Véu da ignorância

por Luís Mouga Lopes Imaginem-se num cenário de guerra, na posse de nada! O que pediriam? O livro “Uma Teoria da Justiça”, de John Rawls, fala da base moral que melhor se adequa às sociedades democráticas, propondo um contrato-social (assente na igualdade de oportunidades) entre os cidadãos. Rawls, coloca a tónica na ideia de equidade ou de reciprocidade entre os mais favorecidos e os menos … Continue a ler Véu da ignorância

Telecomunicações para todos. Quem paga?

por Carlos Matias Diz-nos o semanário regional O Mirante que os municípios da Lezíria do Tejo estarão disponíveis para “instalar fibra ótica nos locais que não são comercialmente atrativos para os operadores, de modo a que as populações tenham acesso a esta tecnologia”. Tanto quanto se sabe, igual disponibilidade ocorrerá noutros municípios do país. Percebo a atitude dos municípios, atentos às necessidades das populações e … Continue a ler Telecomunicações para todos. Quem paga?

A guerra da Ucrânia: uma guerra imperialista contra os povos da Rússia, da Ucrânia e do mundo

por Adriano Zilhão Envolve a guerra da Ucrânia a habitual névoa de propaganda e desinformação criada pelos beligerantes. Nos países imperialistas, nos grandes, mas também nos anexos, como o nosso, adensa essa névoa uma campanha da comunicação social que é tão unânime como é obtusa. Ora, é importante que os militantes que se batem pelo socialismo e pelos interesses dos trabalhadores de todo o mundo … Continue a ler A guerra da Ucrânia: uma guerra imperialista contra os povos da Rússia, da Ucrânia e do mundo

A síndrome de “burnout” nos profissionais de saúde

por Lurdes Gomes Grande parte da vida adulta é passada no local de trabalho. Temos vindo a assistir a várias mudanças organizacionais, fruto de um mercado global cada vez mais competitivo, aliado a conjunturas económicas, sociais e sanitárias desfavoráveis que produzem consequências diretas e indiretas na forma como os trabalhadores e as organizações se relacionam, comunicam entre si e gerem as emoções do dia a … Continue a ler A síndrome de “burnout” nos profissionais de saúde

Rendimentos europeus – diferenças e desigualdades

por João Luís Nas últimas eleições legislativas foi tema dos partidos da direita a desigualdade de rendimentos entre países europeus, designadamente, que os países como a Polónia e a Roménia tinham ultrapassado Portugal. O facto é que fomos alimentados com essa retórica e que eu soubesse ninguém contrapôs. Será que esta verdade vendida é mesmo verdade? Tentavam comparar Portugal com os países do alargamento a … Continue a ler Rendimentos europeus – diferenças e desigualdades

Fatores sistémicos da pobreza e resposta alternativa.

por Sílvia Carreira A pobreza, tendo na sua origem razões económicas e históricas ligadas a processos de exploração, é uma construção cultural e, segundo a forma como nos colocamos em relação às suas premissas, estaremos de um ou de outro lado da fronteira. Todos os relatórios que falam de pobreza indexam este conceito à capacidade aquisitiva de bens de consumo que, por sua vez, são … Continue a ler Fatores sistémicos da pobreza e resposta alternativa.

REFLEXÃO E LUTA POR UMA VIDA DIGNA

por Paulo Gonçalves A luta da classe operária O ano de 2022 será de intensa luta. É urgente inverter o caminho e os efeitos que décadas de política de direita causaram no país alienação de instrumentos de soberania fundamentais, deixando o país cada vez mais dependente, endividado e estagnado; aprofundamento de um modelo de baixos salários, precariedade e ataque aos direitos dos trabalhadores, que conduziram … Continue a ler REFLEXÃO E LUTA POR UMA VIDA DIGNA

Se queres a paz prepara a paz, não a guerra

por Mário Tomé Como recentemente disse Arturo Pérez-Reverte, a autocracia de Putin não fica atrás da autocracia norte-americana, sendo esta mais matizada pela mediação do complexo subordinante da comunicação social propriedade do capitalismo dominante e pela atoarda de que o mercado é o garante da democracia. A acumulação primitiva do capital que deu origem ao poder político brutal dos oligarcas russos de que Putin é … Continue a ler Se queres a paz prepara a paz, não a guerra

O QUE FICA QUANDO AS BOMBAS SE CALAREM…

por Rui Cortes Os noticiários televisivos carregam no terrível cortejo de misérias que assola a Ucrânia, com os milhões de refugiados e deslocados, possivelmente já a atingir um quarto da população de 44 milhões daquele país. Não é possível ainda pensar na reconstrução enquanto a guerra continua.  Mas as consequências ambientais da guerra perdurarão muito para além deste conflito e dos sempre esperados acordos de … Continue a ler O QUE FICA QUANDO AS BOMBAS SE CALAREM…

Reflexão sobre a resposta das esquerdas perante a derrota eleitoral

por Sílvia Carreira Neste momento as esquerdas deparam-se com questões processuais e de linha politica que devem ser reavaliadas. Este exercido de reflexão e debate torna-se fundamental para uma resposta ao crescimento da extrema-direita em Portugal, mas parece estar a ter alguma resistência dentro das organizações partidárias. Os grupos de pessoas organizados ou informais tendem a ter focos de ação difusos. Não são raros os … Continue a ler Reflexão sobre a resposta das esquerdas perante a derrota eleitoral