Sobre a reestruturação/”reorganização” do BE pós derrota eleitoral

A profunda derrota eleitoral que o Bloco de Esquerda sofreu nas eleições legislativas antecipadas de 30 de Janeiro último obriga a uma profunda reflexão, não apenas enquanto balanço das suas causas políticas e não só circunstanciais como pretende a maioria da direção nacional, mas também na resposta necessária às consequências do grande abalo sofrido  em termos organizativos e financeiros. A perda de 14 dos seus … Continue a ler Sobre a reestruturação/”reorganização” do BE pós derrota eleitoral

Eleitos/as da Moção E apresentam na Mesa Nacional proposta de balanço eleitoral e fazem declaração de voto

“Unir o Bloco para mudar de rumo e recomeçar de novo” A Moção E apresentou na Mesa Nacional que teve lugar no passado sábado, dia 5 de fevereiro, a seguinte Proposta de Resolução: UNIR O BLOCO PARA MUDAR DE RUMO E RECOMEÇAR DE NOVOAs Eleições Legislativas de 2022 resultaram numa profunda derrota à esquerda e na emergência de liberais e populistas da extrema-direita. Dos objetivos … Continue a ler Eleitos/as da Moção E apresentam na Mesa Nacional proposta de balanço eleitoral e fazem declaração de voto

Sobre o cumprimento dos estatutos do BE na designação dos primeiros candidatos/as às Legislativas – O debate que deu origem ao abandono da reunião da Mesa Nacional de 22 dirigentes bloquistas.

1. Para a designação das candidaturas às Eleições Legislativas de 30 janeiro 2022, a Mesa Nacional (MN) decidiu, na reunião de dia 28 de novembro 2021, votar em alternativa propostas de primeiros candidatos/as aprovadas e apresentadas pelas Assembleias Distritais e Regionais de aderentes do BE e outras apresentadas pela Comissão Política (CP), caso de Santarém, e até individualmente por membros da MN, como no caso … Continue a ler Sobre o cumprimento dos estatutos do BE na designação dos primeiros candidatos/as às Legislativas – O debate que deu origem ao abandono da reunião da Mesa Nacional de 22 dirigentes bloquistas.

O BLOCO “PUTINIZADO” *

            Aquilo que ontem se passou na Mesa Nacional (MN) do Bloco de Esquerda (BE) é de uma gravidade extrema. Assim, para além de uma grosseira violação dos estatutos do partido, constitui um sinal inequívoco da crescente falta de democracia interna no seu interior, que apelido de “putinização”.             De acordo com os estatutos do BE, a MN escolhe o primeiro quinto dos candidatos/as em … Continue a ler O BLOCO “PUTINIZADO” *

Membros da Mesa Nacional consideram intolerável e antidemocrática violação dos Estatutos na designação de candidatos às Legislativas

Durante a Mesa Nacional (MN) de hoje, sábado, eleitos/as pela Moção E divulgaram uma nota onde esclarecem os motivos do abandono da reunião “em protesto contra a votação anti-estatutária das candidaturas do Bloco de Esquerda à Assembleia da República.” A saída da reunião foi também acompanhada pelos membros da Moção N, após terem apresentado declarações de voto em que justificaram o protesto. Foram 22 os … Continue a ler Membros da Mesa Nacional consideram intolerável e antidemocrática violação dos Estatutos na designação de candidatos às Legislativas

Mesa Nacional aprova voto na generalidade contra o OE 2022

A Mesa Nacional (MN) do Bloco, reunida hoje, votou favoravelmente a Resolução que indica o sentido de voto do Grupo Parlamentar BE contra a proposta de Orçamento de Estado 2022 (OE 2022) na generalidade, que terá lugar na próxima quarta feira na Assembleia da República, caso se mantenha a intransigência negocial do Governo. A aproximação do projeto de Resolução proposto pela Comissão Política à tomada … Continue a ler Mesa Nacional aprova voto na generalidade contra o OE 2022

Posição para o Orçamento do Estado 2022

ENFRENTAR OS DESPEDIMENTOS E O EMPOBRECIMENTO O Bloco de Esquerda só terá condições de se comprometer com uma proposta de Orçamento do Estado que enfrente os grandes problemas estruturais que afetam o país, com prioridade para os que têm conduzido à desvalorização do trabalho e à facilitação dos despedimentos, com consequências desastrosas para as condições de vida da maioria da população, mas também para a … Continue a ler Posição para o Orçamento do Estado 2022

NOTAS DE BALANÇO SOBRE AS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2021

1 – O PS e as esquerdas obtiveram, nestas eleições autárquicas, a maioria de votos e de autarcas eleitas/os no país. A soma do PS + partidos de esquerda é cerca de 2.400.000 votos, enquanto a soma das forças de direita é, aproximadamente, 1.900.000 votos. 2 – Há meio milhão de votos de diferença, sensivelmente, mas verifica-se uma subida das direitas, com a extrema-direita a … Continue a ler NOTAS DE BALANÇO SOBRE AS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2021

Mesa Nacional: participação plural de jovens não pode ser asfixiada

No passado dia 17 de julho, a Mesa Nacional aprovou o regulamento para a VIII Convenção Nacional de Jovens do Bloco de Esquerda (CNJBE), com os votos contra de 15 dos 65 votantes. Trata-se de um regulamento que introduz alterações aos anteriores, não no sentido de ampliar a democracia e a pluralidade, mas de impor limitações asfixiantes à participação de jovens bloquistas. Sem qualquer justificação, … Continue a ler Mesa Nacional: participação plural de jovens não pode ser asfixiada

Mesa Nacional: a Regionalização não deve ficar entregue ao PS e PSD – o Bloco tem de intervir

Na segunda reunião da nova Mesa Nacional, foi apresentado um Projeto de Resolução Politica por uma Agenda para a Regionalização. O documento começa por recordar o Manifesto Autárquico 2021, aprovado na Conferência Autárquica do Bloco, no passado dia 27 de fevereiro, e onde se lê que as candidaturas do Bloco devem, nas próximas eleições para as autarquias locais, reafirmar a sua oposição ao chamado processo … Continue a ler Mesa Nacional: a Regionalização não deve ficar entregue ao PS e PSD – o Bloco tem de intervir