IV Conferência Nacional – intervenção de Mário Tomé

Para que todos/as militantes tenham oportunidade de aceder a algumas das intervenções proferidas na IV Conferência Nacional (para além do discurso da camarada Catarina Martins, divulgado pela Comunicação Social e no Esquerda.net), visto ter sido realizada “à porta fechada”, segundo relata a imprensa, colocaremos online as intervenções escritas a que tivermos acesso. Se disponibilizares a tua intervenção na IV Conferência Nacional para ser colocada online, envia por e-mail (convergencia.bloco@gmail.com) o respetivo texto ou uma breve síntese.
Transcrevemos de seguida a intervenção de Mário Tomé.

Intervenção de Mário Tomé na 4ª Conferência Nacional do Bloco de Esquerda

Nesta Conferência do Bloco de Esquerda podemos ter uma discussão que se quer frutuosa dado que o Bloco tem sido abundante em sectarismo e parco em debate político onde ele é mais importante.

O centralismo burocrático do Secretariado tem travado e mesmo impedido a constituição de núcleos onde se sente directamente o palpitar da vida social, do mundo do trabalho e tem privilegiado a acção e visibilidade do Bloco através da intervenção parlamentar.

Esta só é útil e eficaz, se estreitamente ligada à vida social e dos trabalhadores. Mas como se não há núcleos nem de empresa, nem de bairro, nem de escola, nem de universidade, nem ligados à luta pela habitação, nem?…!                                                                   

Dois camaradas do Secretariado foram indigitados para se dedicarem à organização do partido.

Mas esqueceu-se o carácter nuclear de movimento em que assenta o nascimento do Bloco.

Esta nomeação mostra que não se aprendeu nada com as asneiras clamorosas que estão na origem do desastre político que nos atingiu: um partido movimento organiza-se a partir de baixo, onde se sente o pulsar da sociedade, do mundo do trabalho, na cidade e no campo, e no mundo da cultura, do ensino e da ciência, da investigação.

Não servem os métodos centralistas e burocráticos, decididos por uma espécie de politburo, constituído na base de acordos e confrontação de tendências.

Esta foi uma armadilha em que o Bloco se enredou desde que “alguém” determinou que tínhamos voltado ao tempo das tendências, quando, em boa hora, já tínhamos acabado com as correntes optando pela vitalidade dos militantes nos seus organismos de base.

Os programas eleitorais do Bloco, em 2019 e 2022, foram elididos durante as campanhas, pela imposição da linha de apelos, quase ansiosos, ao PS rebaixando as nossas bandeiras de luta.

Assim pouco fizemos no enfrentamento das políticas com que a U.E. serve a grande finança por intermédio dos partidos ditos social-democratas e liberais, ou seja neoliberais.

O Secretariado bem pode agora anunciar uma nova política de forte oposição, mas nem assim consegue polarizar pois recusa uma autocrítica política séria e consequente, refugiando-se em desculpas para o desaire.

Esta Conferência poderá valer pela discussão, mas nunca pela proposta estratégica que a própria Mesa Nacional não pode estatutariamente avocar.

Só uma Convenção antecipada, resultante de um processo de responsabilização democrática dos delegados, como exigem os estatutos, poderá dar a resposta necessária para um Novo Rumo ganhador, face à necessidade urgente de redefinição da estratégia perante as alterações de fundo da situação nacional, de austeridade troikista; e internacional, com uma guerra sob a batuta imperialista  que  faz da intolerável agressão russa e do sofrimento brutal do povo ucraniano um processo de reforço da NATO com a Europa de cócoras, trocando o investimento pelo clima e pelo Estado social por gastos astronómicos em armamento e mobilização para a guerra.

Vamos decidir na Convenção antecipada. Não há tempo a perder!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.