.

No quadro da atual globalização capitalista com as profundas mudanças a nível tecnológico e comunicacional – nem económica nem politicamente neutras – e com intensa circulação do capital financeiro, enquanto nova fase do desenvolvimento do capitalismo, constata-se, para além de um saldo negativo para a democracia provocado pela economia neoliberal e ditadura dos mercados, a exploração desenfreada da natureza.  Este é o quadro da rutura … Continue a ler .